Como conhecer ainda melhor a saúde do ouvido?

Reconhecer a tempo que não ouve como antes é um passo muito importante para se conseguir obter a melhor solução. No entanto, por vezes, é difícil reconhecer os sintomas da redução da audição e, mais difícil ainda, é assumi-los. A Amplifon pode ajudar.

Os sintomas da redução da audição

Conhecer os principais sintomas da redução de audição é o primeiro passo para resolver qualquer problema de audição. Se se identificar com algumas das afirmações abaixo, pode ser que seja já o seu caso:

  • Necessita que lhe repitam as palavras ou frases quando fala.
  • Custa-lhe seguir as conversas quando há várias pessoas envolvidas ou muito ruído.
  • Por vezes, não percebe bem os sons agudos, como o do telefone ou da campainha.
  • Dizem-lhe que coloca o rádio ou a televisão muito alto.
  • Não percebe quando o chamam por trás.
  • É lhe difícil entender partes de uma conversa.

Os tons altos de consoantes, como C-S-F, são os primeiros a deixarem de se ouvir. Assim, uma pessoa com deficiência auditiva não vai conseguir ouvir bem as consoantes referidas, por exemplo, deste conjunto de palavras: chuva - uva, sessenta -  setenta ou faca - vaca.

Graus de redução da audição

Na Amplifon estamos de acordo com a expressão “mais vale prevenir do que remediar! Como tal, talvez tenha interesse em conhecer os diferentes graus de perda auditiva pelos quais qualquer pessoa pode passar.
Redução da audição leve
Caracteriza-se pelo facto de o indivíduo não ouvir os sons suaves e ter dificuldade em seguir conversas em ambientes com ruido de fundo intenso.
Redução da audição moderada
Não ouve sons leves nem moderadamente fortes. A compreensão das palavras é difícil em ambientes com ruído.
Redução da audição severa
Para acompanhar uma conversa, o indivíduo necessita que elas se efetuem em voz alta para as conseguir compreender.
Redução da audição profunda
Apenas ouve sons muito fortes e, sem a ajuda de um aparelho auditivo, a comunicação é impossível, por mais que se esforce.