Fadiga e má disposição consequências da falta de aparelho auditivo.
Jan 2th 2017
Categoria Notícias

Fadiga e má disposição são uma das consequências da falta de utilização de um aparelho auditivo

Fadiga severa e problemas relacionados com a disposição são comuns entre os que, registando perda auditiva, não utilizam um aparelho auditivo para os ajudar. Este é a principal aprendizagem que se pode retirar de um estudo realizado por pesquisadores do departamento auditivo e da ciência da fala da Universidade Vanderbilt, nos Estados Unidos da América.


O estudo revelou também que os adultos que procuraram ajuda para ultrapassar as suas dificuldades auditivas eram menos propensos a relatar um baixo vigor e cansaço. A investigação concluiu que as consequências psicológicas negativas e a perda auditiva estão fortemente associadas com as avaliações subjetivas de fadiga e que a utilização regular de um aparelho auditivo melhora a qualidade de vida e reduz os impactos negativos da própria perda auditiva.

De uma forma geral, destacaram-se também como efeitos positivos da utilização de um aparelho auditivo, a melhoria da vida social dos seus utilizadores, a participação em atividades de grupo e nas relações familiares.

Fontes: www.audiology-worldnews.com, www.ehima.com (EuroTrak) “Evaluation of the Social and Economic Costs of Hearing Impairment", Hear-it AISBL

 

Jan 2th 2017
Categoria Notícias

Fadiga e má disposição são uma das consequências da falta de utilização de um aparelho auditivo

Fadiga severa e problemas relacionados com a disposição são comuns entre os que, registando perda auditiva, não utilizam um aparelho auditivo para os ajudar. Este é a principal aprendizagem que se pode retirar de um estudo realizado por pesquisadores do departamento auditivo e da ciência da fala da Universidade Vanderbilt, nos Estados Unidos da América.
Ler mais

Peso infantil pode estar relacionado com problemas auditivos e visuais

Recém-nascidos abaixo e acima do peso podem estar relacionados a problemas visuais e auditivos, quando atingimos a meia idade. Estes são alguns dos principais resultados de um estudo levado a cabo pelo Manchester Biomedical Research Centre, realizado por pesquisadores da University of Manchester, em Inglaterra. 
Ler mais

Descoberto o gene causador da otosclerose

Cientistas do Ear Institute at University College of London acabam de revelar um estudo que revela a descoberta do gene causador de otosclerose, o SERPINF1. Esta fantástica descoberta é mais um passo em direção ao tratamento desta doença, que causa frequentemente uma diminuição auditiva.

Ler mais

Melhor qualidade de vida para utilizadores de aparelhos auditivos

Pesquisas realizadas na Europa revelam que, na generalidade, a maioria dos utilizadores de aparelhos auditivos têm uma qualidade de vida melhor, face aos que, tendo problemas com a sua audição, não o utilizam. Este estudo revelou também que as pessoas que utilizam um aparelho auditivo tendem a ser menos depressivas, a fatigarem-se menos e a dormirem melhor do que aqueles que não o usam.
Ler mais

Intervenção precoce beneficia crianças com perda auditiva

O desenvolvimento da linguagem em crianças com perda auditiva melhora significativamente com uma intervenção precoce, segundo os resultados de um estudo conduzido por pesquisadores das University of Iowa e University of North Carolina at Chapel Hill, nos Estados Unidos da América.

Ler mais

Os tampões de cera, ao detalhe

O cerume é um óleo ceroso produzido pelas glândulas e folículos pilosos do canal auditivo. Mas ...  sabe porquê e onde se forma? Quando a cera é criada, acaba por se deslocar até à abertura do ouvido, onde é naturalmente limpa quando nos lavamos. 
Ler mais

Novos conhecimentos para a compreensão do tinnitus

Um estudo publicado na eLife, uma revista americana científica voltada para ciências da vida e biomédicas, revelou recentemente novas descobertas para o entendimento do tinnitus e da hiperacusia. 
Ler mais

Medicamentos podem causar deficiência auditiva

Certos tipos de fármacos à venda no mercado podem causar deficiência auditiva temporária ou permanentemente. Segundo a Americana Speech-Language-Hearing Association (ASHA), nos Estados Unidos da América foram identificados mais de 200 medicamentos causadores de diversos tipos de deficiências auditivas
Ler mais

A otite externa, conhecê-la a fundo

A otite externa, também conhecida como "ouvido de nadador", é a inflamação da pele do canal auditivo externo, que transporta os sons do exterior ao tímpano.
Ler mais