07 Fevereiro 2017
Categoria

Perda auditiva não diagnosticada pode aumentar isolamento social

Um estudo recente realizado pela Universidade de Columbia Britânica no Canadá (University of British Columbia, UBC), publicado na revista Ear and Hearing, revelou que a perda auditiva desconhecida e não tratada está associada a um aumento significante de risco de isolamento social, em especial em pessoas com idades compreendidas entre 60 e 69 anos de idade. 
07 Fevereiro 2017
Categoria
LER MAIS
07 Fevereiro 2017
Categoria

Perda auditiva não diagnosticada pode aumentar isolamento social

Um estudo recente realizado pela Universidade de Columbia Britânica no Canadá (University of British Columbia, UBC), publicado na revista Ear and Hearing, revelou que a perda auditiva desconhecida e não tratada está associada a um aumento significante de risco de isolamento social, em especial em pessoas com idades compreendidas entre 60 e 69 anos de idade. 
07 Fevereiro 2017
Categoria
LER MAIS
Voltar

Utilização de aparelho auditivo reduz o declínio cognitivo

 Utilização de aparelho auditivo reduz o declínio cognitivo.
12 Novembro 2016
Categoria

Utilização de aparelho auditivo reduz o declínio cognitivo

A perda auditiva acelera o declínio cognitivo em adultos, mas a utilização de um aparelho auditivo parece impedir essa aceleração. Esta é uma das principais conclusões a que chegou o estudo científico PAQUID, realizado em França, em que participaram 3.670 pessoas escolhidas, aleatoriamente, com a idade igual e superior a 65 anos. O estudo foi iniciado em 1989 e dirigido pela professora Hélène Amieva da Université Victor Segalen Bordeaux 2, e os participantes foram avaliados, regularmente, durante 25 anos
 

A investigação realizada revela que a perda auditiva está associada a um aceleramento do declínio cognitivo nas pessoas adultas. Contudo, uma tendência contrária é observada nos participantes que usaram um aparelho auditivo, visto que nessas pessoas esse declínio não era significantemente diferente ao do grupo de controle (os que não tinham nenhuma perda auditiva). 

O estudo não comprova, no entanto, que a perda auditiva tem um efeito direto no declínio cognitivo, mas sim que as consequências mentais e sociais da perda auditiva têm uma certa relação com esse mesmo declínio.

Portanto, ao melhorar a sua habilidade auditiva, com a utilização de um aparelho auditivo ou um implante coclear, os indivíduos reduziram os efeitos negativos mentais da sua perda auditiva e, simultaneamente, aumentam a sua habilidade em participar em atividades sociais, diminuindo assim o seu declínio cognitivo. 


Fonte: Hear-it.org

Nov 17th 2016
Categoria