minisom uma marca amplifon
02 Junho 2017
Categoria

Amplifon adquire a Minisom em Portugal

É com grande satisfação que anunciamos que, no âmbito da consolidação da sua liderança mundial, e do projeto de expansão e proximidade ao consumidor em Portugal, o Grupo Amplifon adquiriu a reconhecida empresa de soluções auditivas Minisom.

Amplifon e Minisom estão agora juntas para prestar um serviço de qualidade e excelência a todos os seus clientes e aos portugueses em geral.

"Minisom, uma marca Amplifon” é a nossa nova assinatura, que resulta da vontade de aliar a experiência de mais de 65 anos do Grupo Amplifon, líder mundial em soluções auditivas, ao reconhecimento que a marca Minisom possui no mercado nacional.

Estamos mais perto dos portugueses, com todas as vantagens que já conhece:

  • A experiência auditiva mais completa e precisa
  • Uma gama mais alargada de soluções auditivas, com a mais recente tecnologia
  • Profissionais altamente qualificados
  • Assistência técnica garantida a todos os clientes Amplifon e MiniSom 
  • Prémios Confiança atribuídos pelos consumidores
  • Rede alargada de centros auditivos
  • Assistência a nível internacional, com mais de 9.000 centros auditivos em 22 países
  • 65 anos de experiência do Grupo Amplifon


Da próxima vez que se dirigir ao seu centro auditivo habitual irá, provavelmente, notar que mudámos a nossa imagem… mas a equipa que o(a) tem acompanhado vai lá estar para o receber e apoiar, como sempre o fez!
 
Caso ainda não seja nosso cliente, usufrua do nosso completo Exame Auditivo 360º, gratuito, em qualquer um dos nossos centros auditivos em Portugal e fique a saber, com detalhe, como está a sua saúde auditiva. 

Para garantir já a sua consulta, gratuita, clique AQUI.

Venha descobrir o nosso novo mundo em Portugal!

02 Junho 2017
Categoria
10 Março 2017
Categoria Notícias

Perda auditiva não diagnosticada pode aumentar isolamento social

Um estudo recente realizado pela Universidade de Columbia Britânica no Canadá (University of British Columbia, UBC), publicado na revista Ear and Hearing, revelou que a perda auditiva desconhecida e não tratada está associada a um aumento significante de risco de isolamento social, em especial em pessoas com idades compreendidas entre 60 e 69 anos de idade. 
10 Março 2017
Categoria Notícias
LER MAIS
Voltar

Os tampões de cera

 tampoes de cera amplifon
12 Agosto 2016
Categoria Notícias

Os tampões de cera, ao detalhe

O cerume é um óleo ceroso produzido pelas glândulas e folículos pilosos do canal auditivo. Mas ...  sabe porquê e onde se forma? Quando a cera é criada, acaba por se deslocar até à abertura do ouvido, onde é naturalmente limpa quando nos lavamos. 

O objetivo desta cera é proteger o canal do ouvido de danos causados pela água, corpos estranhos, pancadas, infeções... A sua presença é necessária, mas se se acumula pode bloquear o canal e causar desconforto e perda auditiva.

Como é que que o cerume protege o canal do ouvido?

  • Intercetando e impedindo a entrada de poeira, de bactérias, de micro-organismos e outros pequenos objetos que possam danificar o ouvido.
  • Protegendo a pele para evitar a sua irritação se entrar água.
     

Causas do excesso de cera

Sem que se saiba exatamente o motivo, as glândulas de algumas pessoas produzem mais cera do que aquela que pode ser eliminada pelo processo natural, mas também porque, por vezes, ela volta a entrar no canal auditivo, por exemplo, se entrar água no ouvido.

Quando a cera endurece no canal é criado um tampão que bloqueia o ouvido e, ao querer eliminá-lo, acabamos por empurrá-lo ainda mais para dentro.
No entanto, a causa mais comum é a presença de um corpo estranho no canal auditivo, tal como acontece com o algodão dos cotonetes.

Que sintomas produzem os tampões de cera?

  • Mais que sintomas, os tampões de cera causam desconforto:
  • Falta de audição progressiva
  • Ruídos nos ouvidos, tinnitus e acufenos
  • Dor de ouvidos
  • Sensação de ter o ouvido cheio ou tapado
  • Tonturas

Casos em que é recomendado remover a cera do ouvido

  • Quando se produzem sintomas como dor e a perda de audição.
  • Se for necessário examinar o ouvido e a cera estiver a impedir
  • Se não houver sintomas não é necessário remover a cera, pois ela protege o ouvido e é eliminada naturalmente.

Tratamento para os tampões dos ouvidos

Os tampões de cera são diagnosticados com a utilização de um otoscópio. Para eliminá-los, realizam-se os seguintes passos:

  • O seu especialista em otorrinolaringologia irá indicar-lhe como suavizar o tampão, com óleo normal, glicerina ou gotas específicas.
  • Introduzir a água no canal do ouvido com a ajuda de uma seringa e mover a cabeça para drenar a água. Com o otoscópio, verifique se o tampão está fora do canal auditivo e o tímpano está intacto.
  • Após a remoção da cera, deve secar o ouvido. Também pode deitar gotas de álcool bórico para ajudar a secar a água.
  • Se o tampão for muito duro, o especialista irá remove-lo com pinças e a ajuda de um microscópio. 
  • Em geral, se houver dor de ouvido, a remoção da cera do ouvido deve ser realizada com a visualização microscópica e manipulação instrumental, para evitar danos com água no tímpano, que pode ser inflamado.

Podemos prevenir que se formem?

  • Tente não utilizar cotonetes ou outros objetos para limpar o canal auditivo. Basta molhá-lo no chuveiro e limpar o ouvido.
  • Em pessoas propensas à formação de tampões de cera, o profissional de saúde pode aconselhar a aplicação de uma preparação ou extrair a cera a cada 6 ou 12 meses. 

 

Fontes
http://www.familiaysalud.es/vivimos-sanos/higiene-y-sueno/cera-en-el-oido;Armstrong C. Diagnosis and management cerumen impaction.Am Fam Physician;House JC, Lee DJ. Topical therapies of external ear disorders. In: Cummings CW, Flint PW, Haughey BH, et al, eds.Otolaryngology: Head & Neck Surgery;O'Handley JG, Tobin EJ, Shah AR. Otorhinolaryngology. In: Rakel RE, ed.Textbook of Family Medicine;Riviello RJ. Otolaryngologic procedures. In: Roberts JR, Hedges JR, eds.Clinical Procedures in Emergency Medicine;

12 Agosto 2016
Categoria Notícias